- dramaturgia internacional

O estranho por trás da palavra

Nesta quinzena, o nosso blog traz aos leitores o trecho de um ensaio de Gitta Honegger no qual a professora, diretora teatral e biógrafa de Thomas Bernhard apresenta alguns traços gerais dos personagens criados pelo dramaturgo, ressaltando o peso mortífero que a linguagem ossificada e a cultura humanista em decomposição exercem sobre as elites culturais, políticas e econômicas austríacas (mas também alemãs) do segundo pós-guerra, contexto de onde Berhnard extrai seus personagens centrais. Assim, embora focado na peça “Praça dos Heróis”, o excerto a seguir apresenta uma visão mais ampla a respeito da construção dos personagens bernhardianos.

- dramaturgia brasileira

Vianinha no CPC: um trecho da primeira experiência teatral para o povo

Com esta cena de "A mais valia vai acabar, seu Edgar", o blog da Temporal traz um trecho do trabalho de Vianna no CPC, desenvolvido anteriormente às peças "Rasga coração", "Papa Highirte" e "A longa noite de Cristal"

- dramaturgia brasileira, teatro

Enfrentamentos de uma arte coletiva durante o isolamento

A primeira postagem do mês de setembro de nosso Blog, traz um testemunho dos atores Chico Pelucio, Eduardo Moreira e Inês Peixoto, integrantes do Grupo Galpão, sobre a realidade de um coletivo de teatro em meio à pandemia e ao isolamento social

- dramaturgia internacional

A ebulição do rio Ota de Hiroshima sob o olhar do dramaturgo Jean-Paul Alègre

Em entrevista ao site francês Theatre-contemporain, o autor apresenta o curioso fato que o motivou a escrever “Eu, Ota, o rio de Hiroshima” e conta suas principais inspirações para a criação dos personagens e dos ambientes da peça

- dramaturgia brasileira, história do teatro

Teatros negros no Brasil: aquilombamentos necessários

Convidamos nesta quinzena a escritora e pesquisadora Cristiane Sobral para nos apresentar um breve histórico da participação negra na arte teatral brasileira. Sobral comenta os célebres grupos e representantes dos teatros negros no país, sua atuação artística, política e pedagógica, e chama a atenção para a urgência de se fazer uma discussão sobre o tema também no teatro